BOTAFOGO  2  X 1 FLAMENGO

Há exatos três anos o Botafogo quebrava um incômodo jêjum de três anos consecutivos sendo derrotado na decisão diante do Flamengo. Um time desacreditado que capitaneado por uma muralha como o Jéfferson, por um guerreiro como Herrera e acima de tudo por um líder como Loco Abreu. O técnico Joel Santana assumiu a equipe após uma goleada e conduziu o time até a decisão da Taça Rio, após ter conquitado a Taça Guanabara.

Na final, um Maracanã lotado por mais 60 mil pessoas e badalado atual campeão brasileiro com Adriano e Vágner Love. Entretanto nada intimidou os soldados alvinegros que encararam a partida como uma verdadeira guerra, disputando cada bola como se fosse um prato de comida. Herrera cobrando pênalti abriu o marcador aos 22 minutos do primeiro tempo, mas Vágner Love antes do intervalo igualou o placar.

Tensão no segundo, jogo nervoso e muitos cartões. Aos 26 minutos do segundo tempo, agarra-agarra na área e mais um pênalti a favor do time da estrela solitária. Sem fugir da responsabilidade, Loco Abreu pegou a bola e em um momento histórico, com uma cavadiha que ainda tocou no travessão antes de entrar, deu esperanças a nação alvinegra, que ainda teria mais adrenalina pela frente.

Minutos depois de o Botafogo passar a frenteno marcador, o árbitro resolveu igualar as coisas e marcar um pênalti a favor do rubro negro. O que o juíz Gutemberg de Paula Fonseca não sabia é que uma muralha estava embaixo das traves. Adriano colocou a bola na marca do pênalti e de forma heróica, o goleiro Jéfferson defendeu a cobrança, coroando o título para o clube de General Severiano, o 19º caneco estadual da história botafoguense.

Ficha Técnica

Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data-Hora: 18/4/2010 – 16h (de Brasília)
Árbitro: Gutemberg de Paula Fonseca (RJ)
Auxiliares: Wagner de Almeida Santos (RJ) e Jackson Lourenço Massara dos Santos (RJ)
Competição: Taça Rio de 2010 
Renda e público: R$ 1.677.565,00 / 50.303 pagantes / 60.748 presentes
Cartões amarelos: Bruno, Toró, Maldonado, Ronaldo Angelim, Vagner Love, Vinícius Pacheco, Rodrigo Alvim, David e Willians (FLA); Renato, Somália, Alessandro, Túlio Souza, Fábio Ferreira, Leandro Guerreiro, Fahel e Herrera (BOT)
Cartões vermelhos: Maldonado 25/2ºT (FLA); Herrera 31'/2ºT (BOT)
Gols: Herrera 22'/1ºT (0-1), Vagner Love 44'/1ºT (1-1) e Loco Abreu 26'/2ºT (1-2)

BOTAFOGO: Jefferson, Fábio Ferreira, Antônio Carlos e Fahel; Alessandro, Leandro Guerreiro, Túlio Souza (Caio 13'/2ºT), Renato (Edno 18'/2ºT) e Somália; Herrera e Loco Abreu – Técnico: Joel Santana.

FLAMENGO: Bruno, Léo Moura (Petkovic 39'/2ºT), David, Angelim e Rodrigo Alvim; Toró (Vinicius Pacheco 24'/1ºT), Willians, Toró e Michael (Fierro 37'/2ºT); Adriano e Vagner Love – Técnico: Andrade.

 

 

Publicidade